O design atua em diversas áreas, gráfico, moda, produto, UI/UX, Ops, motion, entre outras. Quando as pessoas pensam ou falam em Design, muitas associam com alguém que faz “umas artes bonitinhas no computador”, porém com a evolução do mercado e das empresas esse conceito está mudando aos poucos.

A origem do design está no desenho industrial e na concepção de produtos, ganhando destaque na revolução industrial na Europa e na Alemanha.

O objetivo é encontrar a melhor solução possível no desenvolvimento de algo, respeitando as características, as funcionalidades e a forma.

De maneira resumida o produto precisa ser útil, funcional, prático e ter um custo acessível ao seu público.

Com o passar dos anos e a profissão em constante evolução, principalmente quando a era digital é alcançada, o Design começa a ter mais atribuições e responsabilidades.

Além de estar presente na internet, com o desenvolvimento de sites, o Design passa a ser visto como necessário para obter maior visibilidade. Sabendo como posicionar uma marca, como exibir um produto, ou como fazer uma conexão com o público que consome o serviço X ou Y, o design estuda esse comportamento e encurta o processo.

Sabemos que o Design também é responsável por induzir o comportamento dos usuários, isso é mais fácil de ser notado principalmente na indústria da moda, quando é lançada alguma coleção nova ou algum acessório que vira um item indispensável. Entretanto isso acontece com tudo que está ao seu redor praticamente 24 horas por dia.

O Design escolhe o seu carro, escolhe seus móveis, sua televisão, seu celular, escolhe qual produto você vai levar no supermercado, qual aplicativo você vai instalar, escolhe até em qual botão você vai clicar em algum site.

O poder do Design é incrível, claro que tudo isso é projetado por um time com diversas especialidades, desenvolvido em conjunto com pesquisas, marketing, programação, redação, entre outros.

Mas o objetivo desse texto e mostrar que com todas essas evoluções, o Design passou de ser algo estético e hoje ele está presente nas operações, o Design faz parte da estrutura da empresa, do DNA, independente do seu tamanho.

As startups são um exemplo claro disso, o Design além de conseguir entregar o que o público quer, através de processos analíticos, também e responsável por traçar essa jornada, o que faz o time pensar como Designers.

Em alguns casos a inserção dessa metodologia pode ser o detalhe que vai fazer a diferença na sua empresa, nas suas vendas ou na comunicação do seu negócio.

A presença do Design em várias esferas de uma organização contribui para uma melhor fluidez nos processos, além de uma facilidade em prever e resolver problemas.

O Design contribui com a inovação, apresentando soluções em aplicações, materiais, produtividade, fluxos, o que consequentemente agrega valor a organização.

Hoje o termo Design System é muito falado, porém é algo que sempre existiu para os Designers, só que agora com uma nova nomenclatura, e isso está diretamente ligado a identidade da empresa, além de poder organizar toda a comunicação de uma maneira facilitada.

E mais uma vez mostrando que o Design vai além da estética, a própria comunicação, também é ditada por Designers, o que é facilmente encontrando em manuais como Style Guides ou Brands Voice.

O Design é tão amplo e realmente pode ser aplicado em qualquer setor, pois a premissa é promover o bem-estar na vida das pessoas através da experiência.

Uma metodologia básica que pode ser adotada por qualquer negócio tem os seguintes tópicos: Imersão (Identificar o problema e conhecer suas ramificações), análise e síntese (Compreender todos os dados coletados) Ideação (Brainstorm de ideias para solucionar o problema) prototipação ou implantação (validação e testes das soluções apresentadas).

De maneira geral as características, definições e objetivos do Design na organização da empresa sâo:

  • Metodologia e processos do design aplicados em todos os setores.
  • Criar valores e implementar a cultura na organização.
  • Transformar um plano de negócios ou proposta de valores e trabalhar para materializar.
  • Entender a experiência e aprimorar todos os dias.

Com o design presente o medo de é arriscar é anulado, com isso o caminho é aberto para novas oportunidades e testar inovações, de uma maneira acelerada, e com facilidade de voltar atrás caso não seja validado.

A maior parte dos novos gestores enxergam os Designers como um profissional completo e multidisciplinar que são capazes de transformar o background de uma organização fazendo com que ela seja diferenciada e disruptiva.

O design está ganhando cada vez mais espaço e mais importância, e já não é visto somente como uma área criativa. Ele faz parte da estratégia e do negócio e foca em trazer resultados para a organização.

Por isso quem atua na profissão não pode parar de estudar e se profissionalizar, e para quem deseja conhecer e entrar na profissão, tenha em mente que as responsabilidades são inúmeras e é um trabalho cíclico que não para e está em constante evolução.

Bem vindo ao seu Laboratório Digital:

ou baixe nosso App:

Baixar App da Quantico Baixar App Quantico.Digital